Austrália

A Austrália é um dos principais destinos para quem pretende viajar e aprender inglês. Isso porque o país é referência em educação e cultura, além de o turismo ser uma das atividades mais constantes no país. São diversos os cursos que você pode encontrar na Austrália, além da ampla variedade de atividades e atrações culturais nas mais diversas cidades do país.

O país é localizado na Oceania e teve sua colonização iniciada por volta do século XVIII. Era habitada por cerca de 250 nações aborígenes antes da imigração europeia e do início da exploração. A colonização foi majoritariamente feita por holandeses e britânicos e só a partir do século XIX é que os território australianos passaram a ser “autogovernados”.

Por volta do ano de 1901, seis colônias australianas se tornaram independentes e se reuniram para a formação de uma federação, a Comunidade Australiana, um sistema político democrático e liberal de monarquia parlamentarista. A Austrália tem como chefe de Estado o mesmo monarca que rege o Reino Unido e os países da chamada Commonwealth (que reúne países como Austrália, Canadá, Jamaica, Nova Zelândia, entre outros).

Além da rica história, a Austrália é um dos países com o IDH (Índice de Desenvolvimnto Human) mais elevado, com altas expectativas de vida, grande investimento em saúde e educação, e invejável liberdade econômica. Sua capital é Camberra, sendo Sydney a sua cidade mais populosa, com quase 5 milhões de habitantes.

Mas e o intercâmbio? Bem, dito tudo isso sobre a história e as características do país, vamos falar dos principais pontos que levam os interessados em intercâmbio a escolherem a Austrália para viver essa experiência. Segundo os últimos levantamentos feitos, em 2011 o número de intercambistas no país girava em torno de meio milhão de pessoas, de mais de 180 nações distintas.

Em primeiro lugar, o inglês australiano é, muitas vezes considerado o ideal. Ele não é tão “seco” e objetivo quanto o britânico, mas evita as enrolações de língua excessiva dos americanos – por isso, muitos estudantes escolhem alguma cidade australiana para ter mais contato com o idioma. É o único país de língua inglesa que está localizado em uma região de clima mais ameno, diferente dos rigorosos invernos que atingem o hemisfério norte do planeta.

As opções de cursos também são excelentes na Austrália. Desde cursos específicos para a língua inglesa até programas de graduação e pós-graduação, ou projetos de especialização e profissionalização podem ser encontrados no país. A dica é procurar bastante e ser bem objetivo durante a busca, são diversas opções para se adequarem às suas necessidades.

 

 

Sidney

     Basta pisar na frenética George Street, uma das principais vias do centro financeiro de Sydney, para o visitante ter a sensação de estar em alguma metrópole com espírito internacional, como Nova York, Londres ou Hong Kong. Não é à toa que a culinária local tem uma forte influência da gastronomia do mundo, sobretudo da vizinha Ásia.
Mas Sydney, a capital do Estado de New South Wales, fica na Austrália e as diferenças começam por aí. Bem além da animada vida noturna e das concorridas praias do Pacífico que atraem esportistas e surfistas de todas as partes do planeta, a cidade mais antiga do país parece não perder tempo e oferece um variado cardápio de experiências que surpreende quem chega esperando apenas os prazeres de um destino litorâneo.
     Mesmo quem nunca esteve naquelas terras distantes do outro lado do planeta, a mais de 24 horas de avião, já sabe que a Opera House, a Harbour Bridge e as praias das costas norte e sul são os cartões-portais da cidade, mas a dinâmica Sydney é capaz de conquistar viajantes de todos os perfis.
     A viagem começa na baía de Sydney, considerada uma das mais belas e fotografadas do mundo, onde a atração mais imponente é a Sydney Harbour Bridge, uma construção de 1932 que liga o centro da cidade aos subúrbios do norte. Se do Circular Quay, o movimentado cais central, essa ponte já fascina, é do topo de seu arco a 134 metros sobre o nível da água que o visitante tem uma das experiências mais fascinantes e aventureiras do destino. É ali que terminam as alucinantes escaladas turísticas pelos 1332 degraus até seu cume.
     O passeio já foi provado por 2,5 milhões de aventureiros como a apresentadora Oprah Winfrey, os atores Robert de Niro e Nicole Kidman, e até a princesa da Dinamarca. Do outro lado daquelas águas, onde o movimento incessante de barcos reforça o talento marítimo do destino, outra experiência inusitada. O que deveria ser apenas um zoológico para animais de todas as espécies, entre eles os exóticos e endêmicos bichos da Austrália, à noite se transforma em uma curiosa hospedagem para visitantes.
     Tendas bem equipadas são instaladas, estrategicamente, em frente ao teatro Opera House e à ponte de Sydney (cuja iluminação noturna é uma atração à parte) e servem como base para os que participam do programa em que o visitante vê jaulas de animais com hábitos noturnos, realiza um tour pelos bastidores do zoológico e pela manhã alimenta alguns bichos. Acordar com Sydney bem diante dos olhos é outra experiência que só um lugar tão descolado como a Austrália poderia ter inventado.

 

Informações Úteis

  • Fuso horário: A diferença entre Sydney e Brasília varia de 12 a 14 horas, de acordo com os períodos de horário de verão brasileiro e australiano.
  • Código País: (61)
  • Código de Sydney: (2)
  • Moeda: Dólar australiano (AUD)

Orçamento

Brisbane

     Como todas as outras capitais estaduais da Austrália, Brisbane foi fundada com o intuito de receber prisioneiros enviados da Inglaterra, fadados a cumprir suas penas em uma terra isolada. A diferença, no caso de Brisbane, é que a cidade foi construída para dentro do território, um pouco afastada do oceano. A falta de mar e areia branca, porém, não impediu que hordas de turistas tomassem suas ruas, lojas, parques e restaurantes um século e meio depois.
     As razões são fáceis de entender. Brisbane é considerada a cidade mais ensolarada de toda a Austrália. A falta de praias é compensada com rios que cortam a cidade e atraem de banhistas a quem quer apenas descansar ou se bronzear. A cidade também é ponto de partida para quem busca diversão descompromissada em Gold Coast ou Sunshine Coast. Conheça um pouco da flora tropical australiana no Jardim Botânico, visite a Queensland Art Gallery e suas pinturas contemporâneas ou divirta-se com algum dos blocos do Carnaval de Brisbane, em setembro, e confira que nem só de mar vive uma cidade australiana.
     Brisbane é a capital do estado de Queensland e a terceira maior área urbana da Austrália. A cidade é um contraste entre o moderno e o clássico. Tem grandes e belas universidades, uma vasta área verde, composta por diversos parques muito freqüentados pela população. Outro ponto forte de Brisbane é a sua localização privilegiada. Pode-se viajar para Gold Coast, Sunshine Coast, Byron Bay e tantas outras cidades de forma rápida, barata e segura.
     O Rio Brisbane corta a cidade, sendo ele um importante ponto turístico local. Totalmente limpo e conservado, ele é utilizado pela população tanto para a prática de esportes, quanto para o transporte. Brisbane oferece muitas opções de esportes. Pode-se correr pelas pistas de cooper espalhadas pela cidade, jogar cricket e rugby nos campos públicos, pedalar pelas margens do Rio, jogar futebol nos parques e até praticar esportes aquáticos na praia artificial de South Bank.

     Para quem prefere somente assistir, existem diversos estádios de futebol, rugby, cricket, além de ginásios aonde ocorrem grandes eventos esportivos, como jogos de basquete, vôlei, entre outros. A cidade também tem uma vida noturna muito agitada, com muitos pubs, danceterias, teatros e o famoso Conrad Cassino, atração local que abriga além dos salões de jogos, restaurantes e bares muito bem freqüentados.

     Outras atrações de Brisbane são: Queen Street Mall - Centro comercial de Brisbane; South Bank Markets; Brunswick St. Markets; Crafts Village Market; Riverside Centre Market; Eagle St. Pier Market; Brisbane City Hall & Museum of Brisbane; City Botanic Gardens; Fortitude Valley‘s; West End; South Bank Parklands & Roma Street Parklands; Streets Beach - praia artificial; Lone Pine Koala Sactuary; Mt. Coot-tha; Sunbar Restaurant and Louge e Brisbane Forest Park.

 

Informações Úteis

  • Idioma: Inglês
  • Moeda: Dólar Australiano
  • Como ligar para o Brasil: 1800-881-550
  • Visto: É necessário.
  • Saúde: É exigida apresentação do Certificado Internacional de Vacinação ou profilaxia contra a febre amarela. Aconselha-se a vacinação com uma antecedência mínima de dez dias antes da partida.
  • Melhor época para visitar: Depende do tipo de viagem a que o turista se propõe. A Austrália vive as estações do ano simultaneamente ao Brasil. Como o sol costuma castigar os visitantes no verão, lembre-se do filtro solar. Em novembro a cidade se agita com um festival de comida e vinho e o Festival Internacional de Cinema.

Orçamento

Depoimentos:

Promoções

A JUMP Intercâmbios sempre tem novidades para os seus clientes terem a melhor experiência no exterior!

Se você tem interesse de estudar no exterior e ainda não sabe qual o seu destino, entre em contato conosco que lhe ajudaremos a encontrar a melhor opção!