Chile

O Chile é especial. O país mais estreito da América Latina tem opções para todos os gostos: do deserto do Atacama à Ilha de Páscoa, passando pelas cidades históricas Vina del Mar e Valparaíso, o país oferece uma mistura do tradicional com o moderno. A capital, Santiago, é considerada uma das cidades mais atraentes da América Latina e possui a melhor e mais capilarizada linha de metrô da América do Sul. O destino é famoso por apresentar uma ótima relação custo x benefício para quem deseja aprender espanhol.

No Chile, há atrações para o ano inteiro. Entre as principais, são imperdíveis as rotas de vinho, as estações de esqui nas Cordilheiras, a região dos lagos, as praias agitadas do Pacífico, as terras áridas do Atacama - que lembram muito o solo de Marte - e a mística Ilha de Páscoa. Mistura de europeus com indígenas, o povo hospitaleiro que habla español torna a visita ao Chile ainda mais prazerosa.

A economia chilena é uma das mais fortes da América Latina.

Informações Úteis

Capital: Santiago
Idioma: Espanhol
População: Aproximadamente 18 milhões de habitantes
Fuso Horário: Mesmo horário do Brasil
Moeda: Peso Chileno
Código Telefônico: +56

 

 

 

Santiago do Chile

     Emoldurada pela Cordilheira dos Andes, Santiago é plana e pode ser percorrida a pé, principalmente seu centro histórico, com ruas exclusivas para pedestres. Você não precisa escalar as Cordilheiras dos Andes para ver Santiago lá de cima. Do alto das colinas, se tem uma vista panorâmica da cidade. Para chegar ao topo é preciso encarar quase 300 degraus.
Mas o esforço compensa: as gigantescas montanhas parecem estar bem pertinho. Do alto se vê os antigos prédios históricos disputando espaço com arranha-céus espelhados. Pelo caminho, estátuas, chafarizes e canhões, já que foi aqui que o conquistador espanhol Pedro de Valdivia fundou Santiago, em 1541. Não deixe de fazer um pedido e jogar uma moedinha na fonte em estilo neoclássico, que lembra a romana Fontana di Trevi.
     Com bela arquitetura neoclássica, o palácio é parada obrigatória aos turistas. Mas a melhor hora para visita-lo é às 10 horas da manhã, onde dia sim, dia não, ocorre a troca dos guardas na Plaza de la Constitución, em frente à porta principal do palácio. Durante meia hora, uma banda militar acompanha os movimentos rígidos e passadas largas dos “carabineros”, elegantemente vestidos.
    O palácio começou a ser construído em 1786 para abrigar a fábrica de moedas do país, daí o nome. Em 1846, se tornou a sede do governo chileno. O prédio ainda guarda resquícios do golpe militar de 1973, que causou a morte do presidente Salvador Allende. Nos seus subterrâneos abriga um centro cultural que merece uma visita.

 

Informações Úteis

  • Moeda: Peso Chileno
  • Idioma: Espanhol
  • Fuso: -1 hora com relação à Brasilia

Orçamento

Depoimentos:

Promoções

A JUMP Intercâmbios sempre tem novidades para os seus clientes terem a melhor experiência no exterior!

Se você tem interesse de estudar no exterior e ainda não sabe qual o seu destino, entre em contato conosco que lhe ajudaremos a encontrar a melhor opção!