Espanha

Terceiro país do mundo com mais patrimônios da humanidade, segundo a Unesco, com mais de 1400 museus, casa de Goya, Picasso, Velázquez, Cervantes e García Lorca, a Espanha é um caldeirão de cultura. Ninguém sai ileso a tantos exemplares de arte nem a tanta influência literária. Ao longo de seus 8 mil quilômetros de costa estão as mais belas praias. Águas claras e transparentes banham o país de norte a sul; nas ilhas Baleares, onde fica Ibiza, ou nas Canárias, a natureza é generosa praticamente o ano inteiro. No verão, todos os europeus correm para os balneários espanhóis. No inverno, é a vez de explorar as regiões montanhosas ao norte.

Cidades magníficas acolhem o viajante com seus monumentos, parques e museus.  Séculos de história sobrevivem no cuidado com os vestígios e as construções. Sevilha e a Catedral, Valência e a Cidade das Artes, Granada e Alhambra, Barcelona e a Sagrada Família – obra do arquiteto modernista Gaudí, que também assina a Casa Milá e o Parque Güell –, todas são atrações que merecem uma travessia do Atlântico só para vê-las. E Madri ainda tem o Museu do Prado, um dos maiores do mundo.

Custo de vida na Espanha

Restaurante (local barato): R$ 35,00
Fast Food: R$ 25,00
Transporte (passe mensal): R$ 149,00
Cinema: R$ 27,00

Informações úteis 

Capital: Madri
Idioma: O espanhol é o idioma mais falado, mas também existe o catalão, o basco e o galego
População: Aproximadamente 47 milhões de habitantes
Fuso Horário: (UTC +2) 5 horas à frente do horário do Brasil
Código Telefônico: +34
Moeda: EURO
Voltagem: 220V

 

 

Madrid

     Madrid é uma cidade solar, luminosa, um arco-íris. Está convenientemente localizada no centro da península, com estações de esqui a uma hora de viagem e qualquer outro destino na Espanha a menos de 6 horas. Há, sem sombra de dúvida, os apelos irrecusáveis dos museus, dos livros, do imenso e poderoso escrínio da cultura hispânica, mas acima de tudo, Madrid é uma tentação para os sentidos do viajante.
     A reputação boêmia de Madri é famosa internacionalmente, como provam Chueca e Lavapiés, áreas moderninhas cheias de bares descolados que ficam lotados até amanhecer. A cidade também é a capital cultural da Espanha. Há excelentes museus, como o Prado, que tem um dos melhores acervos de arte moderna e contemporânea do mundo, o Thyssen-Bornemisza, que narra a evolução da arte européia do século 13 ao 20, e o Reina Sofía, onde está o famoso Guernica, de Picasso.
     Madri também tem seus ícones incontestáveis: a Puerta del Sol, praça que é o coração da capital, e o Parque del Retiro, enorme área verde no centro da cidade, são dois deles. Para completar, Madri inventou com competência a categoria hotel-museu.
     Andar pelas ruas madrilenas faz o turista se sentir em um filme de Almodóvar, o famoso cineasta espanhol. Os prédios baixos, as praças floridas, quase todas com fontes, os parques, as ramblas... O cenário da cidade é digno de qualquer filme, principalmente dos que envolvem romance.

 

Informações Úteis

  • Idioma: Espanhol
  • Moeda: Euro
  • Clima: Mediterrâneo continental, com inverno intenso e verão bastante quente.
  • População: Cerca de 3,5 milhões de habitantes
  • Fuso: + 4h
  • Voltagem: 220V
  • Código: 034

Orçamento

Barcelona

     Não é preciso de muito para se apaixonar por Barcelona. Turistas com apenas alguns dias de viagem deixam a cidade com a certeza de que esta é o melhor lugar do mundo para passar o resto dos seus dias. Não raro, porém, é deixar a cidade sem entender o por quê da capital da Catalunha colecionar tantos aficionados. Na terra de Gaudí o encanto não está concentrado em seus grandiosos pontos turísticos, como a Sagrada Família ou Parc Guell. Está neles, e em cada esquina que dobra, no final da tarde sentado sob a arvore do Parc de la Ciutadella, ou na empolgante vida noturna que sempre tarda em começar. Barcelona está no todo e é preciso vivenciá-la para sentir sua energia, porém tenha cuidado, desfrute com parcimônia ou correrá o risco de nunca mais querer sair de lá.

     Segunda maior cidade da Espanha, ficando atrás somente de Madrid, e maior metrópole de toda costa mediterrânea, Barcelona traz na história os anos em que sofreu sobre as ordens do ditador Francisco Franco, até 1975. Desde então, a cidade vive uma renovação, tendo seu ápice em 1992, com a realização dos Jogos Olímpicos de Barcelona. Foi o impulso que a cidade precisava, passando por uma verdadeira transformação urbanística, contando com arquitetos do mundo todo.

     O ponto inicial para conhecer Barcelona é a Plaça da Catalunya. De lá, é possível caminhar ou pegar transporte público até os principais destinos turísticos da cidade. Mas, para primeiro dia, a regra é se deixar perder pelas ruas da cidade. A começar pelo Bairro Gótico, ao sul da praça, com suas ruelas de pedestres e ruínas romanas, palácios medievais e igrejas góticas.

     Aí é só desfrutar o passeio. Mesmo perdido, é possível seguir muito tempo sem descobrir pequenas e grandes belezas de Barcelona. De um lado o turista acaba em um dos mais famosos calçadões do mundo, Las Ramblas, com diversos artistas de rua, bancas de flores e souvenires, inusitados museus e casas de ópera (vale a pena também conhecer a versão noturna de La Rambla, já que é nos arredores que se concentra boa parte do agito da cidade). Ao sul de lá, e do Bairro Gótico, fica o porto da cidade, de onde é possível pegar um teleférico até o topo do Montjuïc, ou caminhando um pouco mais chegar à Praia de Barceloneta.

 

Informações Úteis

  • Idioma: Catalão é o oficial, mas há também pessoas falando espanhol e inglês
  • Moeda: Euro
  • Clima: Mediterrâneo, com verões quentes e invernos não rigorosos
  • População: Cerca de 1,6 milhão de habitantes
  • Fuso: + 4h
  • Código: 034
  • Voltagem: 220V é o padrão

Orçamento

Valencia

     A terceira maior cidade do país é uma das que mais bem simbolizam a Espanha do século 21. Com seu idioma próprio, o valenciano, essa é a terra da paella valenciana, da Lonja de La Seda, Patrimônio da Humanidade, e de alguns dos mais espetaculares edifícios criados pelo arquiteto Santiago Calatrava – um deles o A Ciutad de les Artes i les Ciències, marco da parte moderna de Valência. A longa simbiose da região com o mar foi comemorada quando a cidade foi sede da venerada competição de vela America’s Cup. Dando continuidade a sua aptidão esportiva, ela é palco do GP da Europa de Fórmula 1 desde 2008.
     Valência fica a três horas de trem de cidades como Madri e Barcelona. Possui um sistema rodoviário funcional e seu aeroporto (que fica a 8 quilômetros do Centro) tem voos domésticos e alguns internacionais. Valência dispõe de algumas praias espectaculares, mesmo ao lado da cidade, bem como a Norte e a Sul. Durante o Verão, a cidade e as praias enchem-se de turistas. Se não gosta de estar apenas sentado na praia, pode experimentar ir até outras partes da região, para praticar desportos de água, golfe, mergulho, andar de bicicleta, jogar ténis ou caminhar.
     Se isto não o esgota, a vida noturna vai esgotá-lo. Depois de o sol se pôr, começa a verdadeira diversão. Valência tem uma vida noturna verdadeiramente excitante. Há, literalmente, centenas de "barras", bares e clubes noturnos para escolher. As "fiestas" prolongam-se até de madrugada. Vá até Canovas, Juan LLorens e à Avenida de Aragón. Aí conhecerá os próprios valencianos e muita gente jovem. Valência é famosa em todo o mundo pela paella: um prato de arroz feito com mexilhões, lagosta, gambas, frango, porco, linguiças com pimenta, açafrão e vinho, entre outros ingredientes.
     Definitivamente, aqui vai encontrar a melhor paella de toda a Espanha. Valência é também o berço de El Cid, lendário herói de Espanha. Aqui é o local onde lutou contra os Mouros e ainda hoje há muitas festividades populares que celebram a batalha. Tanto faz o sítio em que se encontre em Valência: descobrirá que a cidade é muito agradável e que os habitantes são incrivelmente afectuosos e acolhedores.

 

Informações Úteis

  • Línguas: Espanhol e valenciano
  • Moeda: Euro
  • Como ligar para o Brasil: 900-99-00-55
  • Visto: Não é necessário.
  • Saúde: Para entrar na Espanha, nenhuma vacina é obrigatória.
  • Embaixada oficial no Brasil: SES, Qd. 811, lote 44, Brasilia (DF) +61 3701-1600; 3701-1626
  • Melhor época para visitar: De abril a outubro, a temperatura é mais agradável. Em março, acontecem as Fallas, em celebração a São José, com desfiles, queimas de fogos e touradas.

Orçamento

Tenerife

     A belíssima ilha de Tenerife é a maior das sete ilhas Canárias, que formam este arquipélago no oceano Atlântico. Durante todo o ano, este destino balnear abençoado pelo sol acolhe milhões de visitantes ansiosos por relaxar, viver aventuras e momentos inesquecíveis e, claro, desfrutar de um clima fantástico! Das extensas praias do sul à exuberante paisagem lunar do Parque Nacional do Teide, a ilha de Tenerife tem algo a oferecer a todos os visitantes para além do seu clima maravilhoso.
     Se estiver interessado em esportes aquáticos, diversão noturna, relaxar na praia, descobrir a flora da ilha ou os seus tesouros escondidos, explorar as típicas aldeias canárias ou apanhar o teleférico para o Monte Teide o pico mais elevado de Espanha), viverá certamente ótimos momentos nesta ilha.
     As excursões permitem descobrir as belezas naturais e arquitetonicas desta fascinante ilha. O interessante Jardim Botânico, o famosíssimo parque Loro Parque dedicado à conservação de espécies animais, as extraordinárias piscinas do Lago Martianez obra prima do arquitecto Cesar Manrique ou as emocionantes paisagens oferecidas pelo Vulcão Teide são apenas alguns dos tesouros de Tenerife.

 

Informações Úteis

  • Fuso Horário: +4h
  • Moeda: Euro
  • Capital: Madri
  • Idioma: Espanhol, que é um dos cinco idiomas mais falados do mundo, e línguas regionais (basco, galego e catalão)
  • População: 44 milhões de habitantes
  • Território: 504.782 km²
  • Código Telefônico: 34

Orçamento

Sevilha

     Imagine lindas dançarinas de flamenco realizando elegantes movimentos de mãos e enérgicas batidas de pés sobre o tablado. Ou pense em um toureiro em seu dramático embate com o touro na areia dourada de fim de tarde. Ou, finalmente, imagine-se numa tasca barulhenta cheia de amigos papeando ao redor de pratinhos repletos de iguarias como gordas azeitonas, jamón serrano e chorizo, tudo sendo regado por um perfumado vinho de Jerez.
Essa Espanha idealizada existe e em nenhum outro lugar suas formas são mais concretas do que em Sevilha. Todavia, aqui também é a terra dos imperadores romanos Trajano e Adriano, dos magníficos reales alcázares e da estupenda Catedral gótica cujo campanário era um minarete, a Giralda. Sevilha é a Espanha dos sonhos, mas também dos prazeres profanos, das fiestas e do fervor da Semana Santa.
     Boa parte das principais atrações de Sevilha estão razoavelmente próximas umas das outras e, com exceção do alto verão, é agradável andar por aqui. As linhas de ônibus interligam toda a cidade e o metrô é conveniente. Ele tem 18 quilômetros de extensão e 22 estações, todas com estacionamento para bicicletas. Aliás, esta é uma forma muito bacana de conhecer Sevilha, contando com um serviço de empréstimo de magrelas, o Sevici, com 250 postos de serviço.
     Nenhuma outra cidade espanhola resume melhor o apetite por boa comida e vinhos que Sevilha. Aqui, como em nenhum outro lugar, o verbo tapear é levado a sério. Entre em um bar, prove um jerez e uma media ración de sua tapa favorita, um pratinho com gordas azeitonas besuntadas em óleo de oliva, lulas em rodelas, uma fatia de pão, crocante na casca e macia no interior, coroada por uma sedosa fatia de presunto crú ou uma fritada de ovos. Daí, pule para o próximo bar, e para o seguinte, até não as horas da noite não aguentarem tanta conversa. Durante o dia também não faltarão boas opções, com preços razoáveis e ingredientes puramente andaluzes.

 

Informações Úteis

  • Língua: Espanhol
  • Moeda: Euro
  • Como ligar para o Brasil: 900-99-00-55
  • Visto: Não é necessário.
  • Saúde: Para entrar na Espanha, nenhuma vacina é obrigatória.
  • Embaixada oficial no Brasil: SES, Qd. 811, lote 44, Brasilia (DF) +61 3701-1600; 3701-1626
  • Melhor época para visitar: Para curtir temperaturas mais amenas, o ideal é visitar Sevilha de março a junho e de setembro a novembro. A alta temporada é entre abril e maio, quando a cidade vive suas festas populares: a Semana Santa e a Feria de Abril, evento tradicional que ocorre duas semanas depois da Páscoa, com muita música, dança e bebida.

Orçamento

Salamanca

    Salamanca, conhecida como a "Cidade Dourada" da Espanha, abriga a 5ª universidade mais antiga do mundo e possui um patrimônio histórico impressionante. Uma cidade formada principalmente por estudantes, Salamanca é famosa por sua intensa vida noturna e alta concentração de bares e discotecas. É o lugar perfeito para que os estudantes estrangeiros vivenciem o cotidiano universitário espanhol e conheçam outros espanhóis de sua idade.
    Se você gosta da idéia de viver em uma cidade universitária, curtir a vida noturna e apreciar obras-primas da arquitetura, Salamanca é o lugar ideal para você estudar espanhol. Salamanca é uma das cidades espanholas mais ricas em monumentos da Idade Média, do Renascimento e das épocas clássica ebarroca. Destacam-se as catedrais velha e nova, o Palácio da Salina, o Palácio de Anaya, o Palácio de Monterrey, a Casa das Conchas, oConvento das Senhoras (Convento de las Dueñas) e a Torre do Cravo (Torre del Clavero). O Museu Diocesano, o Museu Catedralício, o Museu Universitário e o Museu das Senhoras são outras referências culturais da cidade.
     A atual vida cotidiana de Salamanca centra-se na Praça Maior (Plaza Mayor). Essa praça, edificada entre 1729 e 1755, é o centro e o principal símbolo da cidade. As principais indústrias da cidade são os curtumes, a cerveja e a moagem de cereais. O turismo também é uma actividade económica importante. Salamanca foi escolhida para Capital Europeia da Cultura em 2002, sendo o seu centro histórico Património da Humanidadedesde 1988.
Não deixe de provar as diversas tapas que existem em praticamente todos os restaurantes da cidade. Inclusive, existem pequenas tabernas cujo nome se inicia sempre por “Tapas” e que só servem este tipo de petisco. Mas o que são “tapas”? “Tapas” são pequenas refeições, petiscos, frios ou quentes, que são servidos acompanhados por uma bebida, ou o denominado “pincho”.

 

Informações Úteis

  • País: Espanha
  • Capital: Madrid
  • População: 40 Milhões
  • Idioma: Espanhol
  • Moeda: Euro
  • Fuso Horário: +4 a 5 horas

Orçamento

Pamplona

     Situada na encruzilhada de um vale fértil, a Bela Iruña sempre exibiu um passado repleto de história e um carácter tão ilustre como trabalhador. A capital navarra é hoje sinônimo de tradição, ensino de alto nível e qualidade de vida, colocando-a numa posição de destaque entre as cidades europeias da sua dimensão. Em Julho, a cidade transforma-se numa enorme festa cuja lenda corre o mundo. A Igreja de San Lorenzo, em Pamplona tem um grande valor arquitectónico, com raízes fortes e profundas de valor sentimental.
     Todas as atividades religiosas são ali realizadas, bem como uma das festas mais populares e de carácter internacional, como é San Fermin todos os anos, em Julho. Hoje, há somente uma torre dos restos da primitiva igreja medieval, que fazia parte do sistema de defesa de Pamplona. A igreja foi construída no século XVIII, fiel ao realismo neoclássico substituiu o edifício em ruínas do século XIV e tem um desenho de uma cruz grega. O desenho geométrico das cúpulas e lanterna em paredes de tijolos que coroa o topo é bastante surpreendente, o tijolo tem um trabalho uniforme salpicado com cerâmica colorida em contraste com a pedra de armas na galeria dos arcos no piso térreo.
     O bem mais precioso da Igreja de San Lorenzo é, sem dúvida, a Capela de San Fermín, a capela tem uma aparência de estilo neoclássico construída em madeira pintada e dourada com prata, no altar, encontram-se as relíquias do santo, com as esculturas colocadas a meia-altura. O seu rosto é escuro, quer devido ao fato de que era originalmente negro, quer ao facto do fumo das velas que ao longo do tempo o obscureceu, dando um tom carinhoso e moreno ao Santo.

 

Informações Úteis

  • Fuso Horário: +4h
  • Moeda: Euro
  • Idioma: Espanhol
  • Código Telefônico: 34

Orçamento

Marbella

     O burburinho começou na metade do século 20, quando alguns políticos ricos passaram a frequentar a cidade. A moda pegou e logo monarcas de países árabes passaram a armar grandes festas em seus iates decorados em Puerto Banús (a seis quilômetros do centro), fortalecendo uma tradição que atrairia estrelas de Hollywood e membros da realeza espanhola.
     No mais famoso balneário da Costa del Sol (a faixa litorânea entre Málaga e Gibraltar), próximo aos bonitos picos da Sierra Blanca, os caríssimos resorts e restaurantes chiques lotam no verão, enquanto os campos de golfe são movimentados o ano todo. Em meio a tanta extravagância e miscelânea de estilos, as simpáticas ruazinhas do centro antigo, enfeitado por edifícios com diversas influências arquitetônicas, incluindo os estilos mudéjar, gótico, barroco e renascentista, são um bom refúgio de autenticidade.
     O Aeroporto Pablo Ruiz Picasso está a 45 quilômetros de Marbella. Lá chegam voos de duas dezenas de cidades espanholas e mais de 40 países, não apenas europeus. Para chegar ao centro, pegue um dos ônibus que partem 20 vezes ao dia. Para ir a outras praias da Costa do Sol, como Estepona e Fuengirola, a opção é também viária. Há ônibus ligando Marbella a Sevilha, Málaga, Granada e outras cidades andaluzes.

 

Informações Úteis

  • Línguas: Espanhol
  • Moeda: Euro
  • Como ligar para o Brasil: 900-99-00-55
  • Visto: Não é necessário.
  • Saúde: Para entrar na Espanha, nenhuma vacina é obrigatória.

Orçamento

Málaga

     Málaga possui uma população de mais de meio milhão de habitantes, número este que aumenta todos os dias, uma vez que o município recebe diariamente um grande número de visitantes que muitas vezes se instalam na cidade. Falar de Málaga é falar de sol, de praia, de turismo, falar de Málaga é também falar de arte e de Pablo Ruiz Picasso, do Festival Internacional de Cinema, e do seu centro histórico. Málaga conta, para além do mais, com uma grande vantagem no que diz respeito ao turismo de Verão, que é a celebração das suas Fiestas Mayores, que decorrem em torno do dia 19 de Agosto, Dia de Málaga e dia grande das festas dos seus padroeiros. A Feira de Málaga é considerada como uma das mais importantes da Andaluzia.

     É a capital da Costa del Sol, uma região encaixada num lugar privilegiado da costa andaluza, situada a 60 km de Marbella, a 100 km de Ronda, a 129 km de Granada, a 265 km de Cádiz, a 219 km deSevilha e a 573 km de Madrid. Conta, para além do mais, com o Aeroporto Internacional Pablo Ruiz Picasso, com a Estação de Caminhos de Ferro da RENFE e com o Terminal de Autocarros, pelo que pode dizer-se que as suas infra-estruturas terrestres são simplesmente excelentes.

     De Málaga, devemos ainda destacar a sua parte antiga e histórica: a Plaza de La Merced, a Calle Larios e aAlameda são ruas muito importantes no dia a dia, situadas numa parte antiga da cidade repleta de baresde tapas, de lojas e de vida, muita vida. Málaga é a cidade dos monumentos e da cultura, não apenas por causa do Museu Picasso, mas também pela sua Catedral, pelo Castelo de Gibralfaro e pela Alcazaba.

     Relativamente ao lazer, há a destacar o Centro Plaza Mayor, centro este que se situa na costa, próximo de Málaga, e perto dos mais importantes destinos turísticos da Costa del Sol: Torremolinos e Marbella. A apenas 2 km do aeroporto e perfeitamente visível a partir das principais estradas, a Plaza Mayor tem também o seu próprio apeadeiro de combóio.
     Málaga, a Capital da Costa del Sol, conta também com uma gastronomia muito variada, contando comrestaurantes chineses, de cozinha tradicional, de comida vegetariana, sem esquecer a vida da parte antiga, com percursos de "tapeo" variado, que são salientados pelo ambiente universitário da cidade. Nesta página, Costasur vai esclarecê-lo acerca de várias questões relativas à cidade de Málaga, às suas praias, aos seus hotéis, aos seus apartamentos, ao seu lazer e às suas possibilidades de praticar desportos, tudo isto sem nos esquecermos da sua gastronomia, da suacultura e dos seus monumentos e das suas datas mais importantes.

 

Informações Úteis

  • Fuso Horário: +4h
  • Moeda: Euro
  • Idioma: Espanhol, que é um dos cinco idiomas mais falados do mundo, e línguas regionais (basco, galego e catalão)
  • Código Telefônico: 34

Orçamento

Granada

     Granada é a capital da província com o mesmo nome. Está situada aos pés da Serra Nevada, no Sistema Bético, o mais alto da Península Ibérica. Localizada na Andaluzia oriental, ao Sul de Espanha, goza de um dos maiores patrimónios culturais deste país. Para além do mundialmente conhecido Alhambra e do bairro de Albaicín, designados Património da Humanidade pela UNESCO, Granada conta com uma catedral renascentista que foi iniciada no século XVI. Muitos outros monumentos salpicam a cidade em cada um dos seus recantos.
Granada é a cidade de Lorca, uma cidade “aberta todo o ano”. Não importa a data escolhida para a visitar, há sempre atividades para desfrutar. Entre os eventos de maior reconhecimento, encontram-se: o Festival Internacional de Música e Dança, o de Jazz, o Festival de Magia Hocus Pocus, o Festival de Tango, para além de uma completa agenda cultural que a cidade oferece. Entre as suas festas mais destacadas, encontram-se a Semana Santa, declarada de Interesse Turístico Nacional, o Corpus Christi e o Dia da Cruz.
     Não é exagerado afirmar que um dos qualificativos que melhor definem Granada é o de “Cidade Universitária”, o que a converte numa cidade sempre desperta. Sem dúvida, um dos principais motores económicos, juntamente com o turismo, é a Universidade. É um dos destinos turísticos mais escolhidos para estudar Espanhol. O carácter dos granadinos é extrovertido e afável.
     A gastronomia granadina e andaluza é rica e variada. É, sem dúvida, uma razão suficiente para visitar a Cidade. Granada dispõe de uma grande número de restaurantes e bares nos quais se podem degustar suculentos pratos, entre os quais poderíamos destacar: as migas, o remojón, as favas com presunto, a tortilha do Sacromonte, o gaspacho, etc. Para além disso, em Granada poderá descobrir “a arte do tapeo”. Quando consome uma bebida, os bares oferecem de forma gratuita uma amostra da sua cozinha. Destacam-se as zonas de Albaicín, Campo do Príncipe, Realejo, Praça de Toros e Zona Centro.
     Granada é uma cidade monumental, cujo carácter reside na variedade de estilos. Para além do Alhambra, conhecido no mundo inteiro, não se esqueça de visitar: a Catedral, Capela Real, Mosteiro de La Cartuja, Mosteiro de São Jerónimo, Parque das Ciências, assim como os diferentes museus e jardins. Porém, se há algo que apaixona são os seus recantos. Tenha-o em conta ao programar a sua viagem, já que é uma pena regressar com a sensação de ter perdido as suas belezas.
     A cidade de Granada foi fundada pelos romanos com o nome de Illibris. Posteriormente, após a invasão da Península pelos muçulmanos no século VIII d.C., estes deram-lhe o seu actual nome de Granada. Os Reis Católicos conquistaram a cidade em 1492, completando assim a Reconquista da Península Ibérica para a Cristandade. Durante o assédio à cidade, a Rainha Isabel de Castela recebeu Cristóvão Colombo e concedeu-lhe os meios para empreender a sua viagem às Índias Ocidentais.

 

Informações Úteis

  • Fuso Horário: +4h
  • Moeda: Euro
  • Idioma: Espanhol, que é um dos cinco idiomas mais falados do mundo, e línguas regionais (basco, galego e catalão)
  • Código Telefônico: 34

Orçamento

Cádiz

     Cádiz é uma cidade fascinante, a mais antiga da Europa. Está rodeada quase na sua totalidade por água e essa característica faz com que pareça isolada do resto do mundo. Cádiz é uma pequena península que se destaca no meio da baía e assim define de forma determinante a paisagem na qual se integra. Cádiz tem aproximadamente 3000 anos de existência. Civilizações de Fenícios, Cartagineses e Romanos foram-se aqui estabelecendo ao longo dos séculos. Os primeiros a chegar, os Fenícios, baptizaram a cidade como "Gadir" em 1100 a.C.. Depois estabeleceram-se os Cartagineses e os Romanos, que converteram Cádiz num porto mercantil.
No século XVII, o comércio entre esta cidade e o resto do mundo aumentou de forma considerável, tendo provocado um "boom" económico. As cidade portuárias costumavam, e costumam, ter fama de inseguras. No entanto, tal não acontece em Cádiz. Aqui, dá gosto sair para passear à noite. É uma cidade tranquila e que inspira confiança. Talvez esta sensação seja devida à sua pequena dimensão e à contínua presença do mar, graças ao qual parece impossível alguém poder perder-se nas suas ruas.

     A parte antiga é uma das zonas mais bonitas. Famoso pelo seu original encanto, no centro encontram-se edifícios espectaculares a poucos metros da costa e as ruas estreitas e sinuosas, desembocam em pequenas praças surpreendentes pela sua beleza. Todos os dias se vê como os gaditanos sentados ao ar livre nos cafés ou cervejarias, gozam as suaves temperaturas e a arquitectura árabe.

    Alguns chamam a Cádiz "La pequeña Habana" devido aos muitos laços históricos que a unem a Cuba. O tráfego marítimo entre ambas as cidades foi bastante intenso durante um grande número de anos, de forma que as duas cidades são parecidas uma com a outra. Relativamente a tal facto, existem inúmeras manifestações, como a magnífica frase de Antonio Burgos: "La Habana es Cádiz con más negritos; Cádiz La Habana con más salero". Também o cinema se aproveitou de certas semelhanças, tendo as cenas cubanas do filme "James Bond 007 Morre Noutro Dia" sido rodadas aqui, em Cádiz.

     O centro histórico pode ser percorrido em apenas uma hora andando a pé, sendo uma pequena maravilha ainda desconhecida para muitos. Ao passear pela Alameda, não deixe de visistar o Parque Genovés, o mais popular da cidade. Não perca também as espectaculares vistas sobre a baía. Cádiz constitui uma impressionante combinação de arquitectura, paisagem e história. Como se tudo isto fosse pouco, tem ainda as suas inigualáveis praias e os seus habitantes simples, hospitaleiros e abertos.

 

Informações Úteis

  • Idioma: Espanhol
  • Moeda: Euro
  • Clima: Moderado, com sol durante todo o ano e temperatura média de 18 °C
  • População: Cerca de 150 mil habitantes
  • Fuso: + 4h
  • Voltagem: 220V
  • Código: 956

Orçamento

Alicante

Se a idéia que você tem da Espanha é a de um acolhedor paraíso mediterrâneo, você deveria conhecer Alicante. Com algumas das mais belas praias da Europa, Alicante situa-se entre as montanhas e o mar e oferece uma temperatura agradável o ano todo.
Venha aprender espanhol em Alicante e descubra você mesmo!

Orçamento

Depoimentos:

Promoções

A JUMP Intercâmbios sempre tem novidades para os seus clientes terem a melhor experiência no exterior!

Se você tem interesse de estudar no exterior e ainda não sabe qual o seu destino, entre em contato conosco que lhe ajudaremos a encontrar a melhor opção!